Wednesday, July 30, 2014

O GARGANTA PÚBLICA / Act.

Neste caso, o crónico e sempre insondável mistério do Ministério Público, ou o jogo da cabra-cega na muito gozada variante da violação do segredo de justiça pelo garganta pública.

Lê-se aqui que "a revista "Sábado" noticia, na sua edição desta quinta-feira, que José Sócrates está sob vigilância do Ministério Público há bastantes meses, por suspeita de envolvimento no escândalo Monte Branco. De acordo com a notícia, que faz a capa da revista, o Ministério Público pondera deter o ex-primeiro-ministro para interrogatório e constituí-lo arguido. Também estará sob suspeita Hugo Monteiro, o primo de José Sócrates que foi um dos protagonistas do caso Freeport. Fonte da revista adiantou ao Expresso que Sócrates foi contactado antes da publicação da notícia e confrontado com as suspeitas de que será alvo, mas não quis comentar."

---
Act. -  "Na sequência de notícias vindas a público nas últimas horas, esclarece-se que José Sócrates não está a ser investigado nem se encontra entre os arguidos constituídos no Processo Monte Branco", diz a PGR em comunicado. "Em declarações prestadas entretanto à RTP, José Sócrates garante: "A minha família não faz tráfico de capitais nem movimenta largas somas". E acusa: "Constrói-se uma notícia falsa com o objetivo de me difamar". - vd. aqui

Já nada nos espanta neste país de generalizada irresponsabilidade ilimitada.
Se nada do que a "Sábado" relatou tem fundamento, espera-se que a PGR faça o difamador pagar exemplarmente pela suposta atoarda. Mas não costuma.
Pagaria para ver.

 

1 comment:

Antonio Cristovao said...

Bom post. E ao ver algumas tentativas de responsabilizar os medias do que se diz(no Peru, Bolivia..)apesar da informação que chega ser escassa e termos sempre receio de que de boas intençoes está o inferno cheio, é de equacionar uma imprensa mais confiavel = o jogo do faz que informo dizendo snim tambem parece mais um jogo de playstation.