Tuesday, January 19, 2016

AINDA ACERCA DA PRODUTIVIDADE DO DESCANSO

Trabalhar menos dias e menos horas é melhor para a economia?
Dois economistas, um deles deputado, ambos professores catedráticos afirmaram que sim, no programa Prós e Contras desta noite: "Mais feriados e menos horas de trabalho melhoram a economia?

Um deles, o deputado, garantiu ainda que da redução do número de horas de trabalho da função pública, não resultará aumento da despesa do Estado. Essa é, lembrou ele, também a garantia dada pelo ministro Centeno. E, acrescentou, a reposição do número de feriados será benéfica para o turismo e para o comércio em geral.
Tudo lucro, portanto.

O outro catedrático sustentou que com a reposição dos feriados e das 35 horas semanais será recuperada a motivação dos funcionários públicos abalada pelo anterior governo. O aumento das horas de trabalho não determinou aumento de trabalho realizado na instituição de que foi director, a Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, porque o aumento desmotivou os docentes.

No sector privado, o horário normal de trabalho vai manter-se nas 40 horas semanais, não admitindo o presidente da CIP, também membro do painel, que este governo venha a querer impor qualquer redução de horário laboral no sector que representa. Se tal acontecesse, seria um desastre ainda maior para a economia.

Conclusão notável: o descanso só é produtivo no sector público.
Por obra e graça dos srs. Arménio Carlos e Mário Nogueira, entre outros.

---
Entretanto, o risco da dívida portuguesa atinge máximos em mais de seis meses, os juros sobem, e a Comissão Europeia está a exigir défice abaixo de 2,8%.

Por falta de descanso.


2 comments:

Pinho Cardão said...

Caro Rui:
Com catedráticos assim a soldo, quero dizer a saldo, fica tudo explicado...
Catedráticos? Pobres Universidades... Universidades?

Antonio Cristovao said...

Uma vergonha que ditos catedráticos, consigam torcer os factos sem terem vergonha na cara.