Wednesday, December 09, 2015

EM BUSCA DA VERDADE

Satyagraha (Em busca da verdade) é um filme indiano de 2012, que passou na RTP 1 no passado sábado, dia 5, e que tem por tema nuclear a luta popular contra a corrupção. 


Ingénuo quanto baste a uma produção bollywoodesca, não é, ainda assim, inócuo para a sensibilidade do espectador de um país membro da União Europeia, onde seria esperável que o índice de percepção de corrupção fosse bem menor que na Índia mas, segundo um inquérito da Ernst  & Young, cit. aqui, de Junho deste ano, sobre fraude e corrupção em 38 países, Portugal ocupa a quinta posição, a seguir à Croácia, Quénia, Eslovénia e Sérvia, e depois da Índia e Ucrânia.

Inacreditável?
Os mega-casos que emergiram nos últimos anos em Portugal explicam, certamente, em grande medida a percepção de corrupção generalizada que o inquérito registou. Sendo bem menos gravosa a posição atribuída a Portugal no ranking da Transparency International 2014, é bem provável que o index de 2015 contemple o nosso país com um lugar vergonhoso ... se a vergonha se fizesse ainda aparecer por cá. 

Hoje, Dia Internacional contra a Corrupção, a Transparency International recolhe, vd. aqui, no site  www.unmaskthecorrupt.org os votos para a escolha dos mais  corruptos entre uma short list de 15 casos simbólicos, que inclui o BES. 

2 comments:

Antonio Cristovao said...

E também aí a lingua portuguesa domina os rankings. Não deixamos só a lingua, tambem deixamos a etica por lá.

Anonymous said...

E entre tantas manifestações de rua não há uma sequer que proteste contra a inoperância ou incompetência da justiça em Portugal.