Monday, June 29, 2015

ESTÃO A CHEGAR OS AMERICANOS!

Escrevi algumas vezes neste bloco de notas que se os europeus deixassem cair a Grécia, apareceriam os norte-americanos  a segurar os gregos do lado de cá antes que eles tombassem para o lado de lá.
As notícias de hoje dão mais relevo ao encerramento dos bancos gregos e da bolsa de Atenas, às restrições de levantamentos de dinheiro e ao controlo de saída de capitais, às filas de pensionistas à espera das pensões,  mas continuo a supor que o factor mais decisivo para o futuro da Grécia e da União Europeia são as conversações entre Obama e Merkel.

Como sempre tem acontecido nos últimos cem anos, quando os europeus não se entendem, e até se matam uns aos outros, vêm os norte-americanos pôr ordem no desconchavo do Velho Continente.
---



Briefing Room

The White House

Office of the Press Secretary


Readout of the President’s Call with Chancellor Angela Merkel of Germany

The President spoke today with Chancellor Merkel of Germany regarding developments in Greece.  The two leaders agreed that it was critically important to make every effort to return to a path that will allow Greece to resume reforms and growth within the Eurozone. The leaders affirmed that their respective economic teams are carefully monitoring the situation and will remain in close touch.  The President also offered his condolences for the loss of German citizens in Friday’s tragic attack in Tunisia.- cf. aqui
---
Correl .
Merkel disposta a negociar com a Grécia "depois do referendo" 

Juncker pede aos gregos que votem a favor da proposta de Bruxelas 
Mas Christine Lagarde ainda ontem afirmava que a proposta tinha deixado de existir e o referendo, por essa razão, não fazia sentido porque os gregos iriam ser chamados a votar a aceitação de uma proposta  que tinha sido retirada. 
Cavaco Silva: Saindo a Grécia ainda ficam 18 países na zona euro 
Obviamente,  19-1=18! 
Fonte do governo grego confirma que Atenas não vai pagar ao FMI 

1 comment:

Antonio Cristovao said...

Porto Rico ou Detroit tambem deviam preocupar a Merkl?